terça-feira, agosto 07, 2007

Retrato de família

Ora temos então da esquerda para a direita os seguintes antepassados :
1. A tia Lucy, Australopithecus aferensis (crânio) existente há cerca de 3-4 milhões de anos atrás, no que é hoje o Vale do Rift em África e um dos primeiros hominídeos capaz de adoptar uma verdadeira postura bípede. Consta que foi baptizada no seguimento da música "Lucy in the Sky of Diamonds", que devia estar a bombar nas rádios quando os seus restos fósseis foram desenterrados. Por sua vez, diz-se por aí que esta música foi inspirada no LSD (Lucy Sky Diamonds) e se por acaso ouvirem a música, vão concordar que é mesmo muuuuito alucinada.
2. Cynognathus, Réptil Terapsídeo Cinodonte do início do Triássico da África do Sul. Houve uma altura em que era difícil distinguir Réptil de Mamífero e o facto desta espécie e muitas outras apresentarem o corpo coberto por pelos, terem graus variáveis de metabolismo endotérmico e provavelmente amamentarem as crias com secreções de glândulas sebáceas modificadas, dificultava o trabalho.
3. Acanthostega, um dos primeiros Tetrápodes, encontrado em rochas do Devónico tardio na Gronelândia. Mais um fóssil de transição, desta vez entre Peixes e Anfíbios. Repararam que os membros têm 8 dedos e que aninda possui uma berbatana caudal?
4. Eusthenopternon, Peixe de barbatanas lobadas ou um Osteolepiforme Tristicopterídeo, também proveniente do Devónico tardio, mas do Canadá e cuja morfologia devia ser semelhante aos antepassados de Acanthostega.
5. Moi même, Homo sapiens sapiens, versão Perry Bible Fellowship comics e sem as próteses oculares para não dar um ar tão geek e exponte máximo de milhões de anos de evolução. Se quiserem, podem colar a vossa cara por cima.
6. Megazostrodon, um dos primeiros Mamíferos conhecidos, que terá vivido no final do Triássico na África austral. Apesar ser um verdadeiro mamaliforme, com as principais características que distinguem a classe, ainda apresentava uma articulação mandibular primitiva do tipo reptiliano.
7. Hylonomus, Réptil Cotylosauro e um dos mais antigos a libertar-se completamente do meio aquático para se reproduzir, tendo para isso inventado essa maravilha que é o ovo (com todas as ramificações no presente, como a Páscoa).
8. Purgatorius, um dos primeiros Primatas (ou pelo menos Primatiforme), do final do Cretácio da América do Norte e com eles, visão binocular, polegares oponíveis, unhas em vez de garras e um cérebro com potencial para se desenvolver.
9. Pikaia, dos mares do Câmbriano inferior e um dos primeiros Cordados. Possuia um notocórdio, onde se inseriam músculos segmentados e um cordão nervoso suportado, pela estrutura anterior, com uma dilatação anterior, que milhões de anos mais tarde se iria tornar no cérebro que se lembra de criar posts estranhos como este.

4 comentários:

Hugo disse...

E eu que julguei que o 5 fosse o boneco da Lego!

Fred. disse...

e eu acho que os teus espelhos em casa emagressem como o carago as pessoas...

querias ser assim, mas o desenho correcto ocupava o quadradinho todo.

vai-te... e tente trabalhar em bocado de vez em quando.

Fuzhong! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fuzhong! disse...

O boneco é o que quiserem, mas se calhar os meus amigos identificam-se mais com qualquer um dos outros espécimes...

Sócio, o desenho foi obviamente feito fora do looongo horário de expediente. Durante as horas de trabalho estou é a fazer as tuas (in)competências, a identifiar espécies pelo mail. Além do mais, tem, obviamente, algumas liberdades criativas, porque sabes, aqueles animais já não existem mesmo (dasse... tem que se explicar tudo!).

QUERO O MEU PRÉMIO!!!