sábado, dezembro 02, 2006

Safari fotográfico

Não foram tigres nem leões que fotografei, não descobri novas espécies para a ciência mas também não estive no Congo nem noutro país esquisito. Estive no Estuário do Tejo, bem às portas de Lisboa e os campos alagados fervilhavam de vida. Os locais de observação são meio secretos, só as irmandades da esteva e da planta-lava-panelas é que os conhecem, mas tenho todo o prazer em fazer a visita guiada. Seguem algumas fotos devidamente legendadas (nesta fase só consigo fotografar alguns "cromos" mais comuns mas dêm-me tempo). Qual acham que vai ser a próxima capa da National Geographic???

Cegonha-branca (Cicconia cicconia) vistas através de uma cerca (não ia dar cabo do arame ao homem). Comuns mas sempre fotogénicas.

Colhereiros (Platalea leucorodia), ainda atrás da cerca. Bem menos comuns que as cegonhas, logo mais interessantes.

Não são corvos, nem o Mantorras e os amigos. São gralhas-pretas (Corvus corone).


Estes são patos-reais (Anas platyrhynchus), a espécies mais comum no Estuário. Como tal, e como esta foto já foi tirada à hora de almoço, não faz mal pensar neles rodeados de arroz e rodelas de chouriço a sair do forno.


Et voilá! a prova fotográfica (por digiscoping) da presença de piadeiras (Anas penelope) no estuário, que deu direito a pôr mais uma cruz no meu guia. Livrem-se de dizer que está desfocada! Qualquer incapacidade de identificação deve-se a inépcia do observador (sim, tu que vês a foto), má qualidade do telescópio ou estremecimento constante da plataforma onde me encontrava.

6 comentários:

Fred disse...

Meu Amigo...

Não havia necessidade... de culpares o telescópio ou o estremecer da plataforma...

Depois das noitadas a que andas sujeito não é possivel segurar em condições uma máquina fotográfica.

Deixa a droga, inscreve-te nos A. A.´s e trata-te... a tua familia merece!!!

FM disse...

Pois, estava a ver que o tripeiro de serviço não dizia nada... para dizer asneirada, como de costume! Vai é trabalhar!

Anónimo disse...

Sendo assim o teu guia devia ter uma zona especial de marcação de cruzinhas... para as observações duplas ou quádruplas e desfocadas com uma nota para a taxa de alcolemia! Depois vens dizer ao pessoal que não pode ir que viste Anas... "Hip"... penelopes! ;)
ps - cuidao com as caipirinhas! ouvi dizer que é pior que o "pau purga"...

Pintinhas da irmandade :p

FM disse...

Um grande bem haja para a pintinhas! sabes que as observações duplas e triplas eram feitas com os binóculas da princesa Amelinha... Neste caso em particular, tenho testemunhas que não me deixam mentir!
Essas "caipurguinhas" é só mesmo em casa do sr. Pestana... As que eu bebi estavam óptimas e não me fizeram mal nenhum às entranhas.

Beijinhos

Fred disse...

Se tás à espera que seja eu a comfirmar que tens direito a uma cruzinha nova no guia, é melhor te deitares e esperar.
É mentira, não eram nada "piadeiras", o gaijo é mentiroso e ainda estava sob o efeito do alcool...

FM disse...

Ó sócio, é "confirmar" e não "comfirmar"... parece-me que tu é que não estás em posse de todas as tuas (reduzidas) capacidades. Vai é trabalhar um bocadinho que o teu mal é a preguiça