domingo, junho 10, 2007

De regresso à civilização I

É com alguma pena que escrevo o título deste post, pois como diz uma música de Strokes que ouvi na viagem para cima e para baixo, "...Why do have to stuck in tht city, when I belong in the field?...". Por outro lado, não deixa de ser curioso que entre as primeiras coisas que fiz quando cheguei a casa foi passar para o PC as fotos que tirei e excrever estas linhas. Andamos sempre à procura de um ponto de equilíbrio e para manter alguma (pouca) sanidade durante o ano, tenho de me desligar durante alguns dias, geralmente para o alto de uma serra ou para o fundo de uma floresta.
No caminho de volta, vinha a compor mentalmente um texto para por aqui, que referisse como esse sentido de equilíbrio que procuro se prende essencialmente com a esperança que tenho de que algumas coisas se mantenham imutáveis, como os vales encaixados entre montanhas de rocha e mato, florestas de carvalhos seculares, o regresso de aves estivais na Primavera e a segurança e amizade das pessoas presentes nestas ocasiões. No entanto, acho que as imagens traduzem melhor esta ideia:



2 comentários:

Fred disse...

Já viste que no único post sério ninguém comenta nada...

Das duas, três.

Ninguém te consegue levar a sério, ou...

As tuas fotos sérias não prestam para nada... (eu aposto nesta).

Hi Hi Hi...

Fuzhong! disse...

tens é INVEJA!!!