quarta-feira, fevereiro 27, 2008

Monotonia?

Cheguei há pouco a casa e, agora que já jantei, pus-me a analisar este simples dia e deparo-me com uma variedade de actividades, umas lúdicas, outras profissionais, que garantem que nunca me hei-de aborrecer com o que faço (espero). Senão, contemplai:
  1. Começar o dia às 8h00 com uma prelecção de 2 horas sobre anestésicos;
  2. Ir com o carro à oficina porque este andava coxo de um pneu (que estive na vespera à noite a mudar às escuras);
  3. Eu também andei coxo de um pneu por isso, parecia um misto de Saci com Dr. House e a meter Indometacina no sistema;
  4. Acabar 1 página de BD que avacalhou irremediavelmente a história que estava a ser narrada - pelo menos, pôs os morcegos a rir;
  5. Desdobrar-me na preparação de cursos e projectos (vêde, Sr. Presidente e membros da APAA como sou aplicado);
  6. Como o telemóvel também é um instrumento de trabalho, passei a tarde a identificar serpentes, confirmar acções de contrabando de sapos, marcar sessões de alicatagem para o dia seguinte e aconselhar papagaios com asma;
  7. Passar a tarde a estudar um golfinho-do-chile (Cephalorhynchus eutropia) e uma orca-anã (Feresa attenuata) - este é o meu veredicto, Taxonomys, confirmas? - com ganas, lá para o fim da tarde, de arpoar o c***ão do golfinho;
  8. Combinar 346 saídas de campo e 234 jantares para os próximos 2 meses com o resto dos morcegos;
  9. Começar a discutir as bases para um novo projecto - e, convenhamos, uma das melhores partes de qualquer projecto é esta fase de erigir fundações;
  10. Lamentavelmente, ter de recusar um jantar de tostas por causa dos problemas com os pneus - o do carro e o meu - ficando eternamente apelidado de cortes por alguns dos meus amigos;
Por isso, monotonia? NOT! (Obviamente, que entramos no campo da subjectividade e para alguns este dia teria sido uma seca de morte com direito a overdose de Prozacs.)

3 comentários:

João Carvalho disse...

Taxomomys responde:

O golfinho-preto eu confirmo mas quanto à tua orca-anã bem sabes que nem lhe pus a vista em cima de modo que o risco de veridicto é todo teu!!!

:)

pocahontas disse...

Confirmo eu, fez duas aguarelas e espanto dos espantos,conseguiu acabá-las!
Parabéns Filipe e não tenhas medo do escuro, ele é fascinante.

Hugo disse...

Cortes!!

:p