quinta-feira, março 08, 2007

Crise de meia idade antecipada

É oficial! Fui finalmente apanhado na teia desta crise existencial que tem apanhado vários amigos, amigas e conhecidos. Eles é surf, patins em linha, frisbee, skate, mini maratonas, relações amorosas estranhas e a lista continua. Eu, que tinha mais ou menos conseguido ir fazendo fintas a algumas destas modas e achava que tinha curado os primeiros sintomas deste problema quando arranjei a guitarra eléctrica, finalmente dou o braço a torcer. Depois do dia de ontem, cheguei à conclusão que também eu sou um caso perdido. E porquê?
Tudo começou ontem bem cedo em Peniche onde fui dar uma palestra para umas jornadas organizadas por um núcleo de alunos do politécnico de Leiria. Tudo a correr bem, fui o primeiro a falar, sala cheia, ninguém adormeceu e no final, algumas perguntas de quem realmente esteve com atenção. Depois é que começou... desde entrevistas para uma rádio de Leiria, desde alunos a virem ter comigo a perguntar opinião sobre este ou aquele projecto e a noção clara que há alguns anos era eu que andava metido na organização destes eventos e com mil e um projectos na cabeça (felizmente, acho que ainda continuo). Portanto, saí de Peniche com uma ligeira nostalgia dos anos de faculdade. E também arrependido por não ter levado os binóculos... sempre dava para ver uns pitos.
Não satisfeito com isso, à noite vi-me de repente transportado para o Parque das Nações para andar de skate. Onde já lá vai o mínimo sentido de equilíbrio para andar em cima da prancha... para mais, não eram skates convencionais, mas mountain board ou qualquer coisa do género. Eramos então 5 gajos já com idade para ter juízo a descer naqueles montes relvados e mais tarde, no skate park da zona. O resultado: no meu caso, cada viagem, sua queda; fiquei à rasca de uma canela; a noção de que mais arriscado que andar skate é tirar fotografias a quem está andar- especialmente se partiu uma costela há 15 dias; a roupa molhada e suja de relva; ainda se tentou lançar um papagaio (à meia noite no Parque das Nações... será norma?). Mas no final, um grande gozo. Afinal, como alguém comentava ontem, nem foi um post assim tão corrosivo. Quando é a próxima para me partir todo?

5 comentários:

Caracol disse...

Vês como foi fixe teres ido? Eu sabia...:-)

Fuzhong! disse...

Pronto, tinhas razão... Ganha lá a bicicleta! ;)

ouriço disse...

Boa! Bicicletas!!! Prá próxima levamos também as bicicletas! Podemos sempre tentar descer os montes de bicicleta, em cima do skate, agarados ao papagaio, tudo ao mesmo tempo, claro. A próxima foi hoje, em carcavelos... Skate e papagaios, realmente é uma ganda mistura.... Ia ficando com um daqueles escaldões de passar a manhã a torrar ao sol da praia. :-P

OuriçO disse...

E vá lá, muito pouco corrosivo... Estava à espera de pior, depois de tanta nódoa negra. eheh
ah, fotos neste ouriço.

Fuzhong! disse...

Ó ouriço, e o link com as fotos?